SEO na prática

SEO na prática

Atualmente, muito tem sido falado sobre marketing de conteúdo, e da importância de uma boa estratégia de SEO, mas será que você sabe quais são as boas práticas desse nome tão famoso e usado pelos profissionais da área? Aqui na Max2 | Marketing Digital, não separamos conteúdo de SEO e colocamos e hoje vamos te contar algumas dessas práticas que adotamos para nossos clientes! Confira:

PRIMEIROS PASSOS

A 1ª coisa que vamos pedir para você fazer é procurar pelo nome da sua empresa no Google. Você se lembra qual foi a última vez que fez isso? A busca orgânica costuma mudar frequentemente e você precisa entender quais são os movimentos da página de resultado de busca da sua empresa no Google, no Yahoo e no Bing. Certifique-se também, de que suas redes sociais estão atualizadas – porque muito provavelmente, elas irão aparecer nos resultados de busca, ainda na primeira página.

BUSCA COMPETITIVA

O Planejador de Palavras-Chave do Google é um ótimo aliado na busca competitiva. Utilize essa ferramenta gratuita para entender os níveis de competitividade das palavras que você já usa – e também, descobrir palavras que você ainda não usa. A partir disso, você poderá fazer buscas com essas palavras e perceber quais são as empresas que já aparecem como resultado.

ANÁLISE DE PALAVRAS-CHAVE

Por mais que você já tenha em mente quais são as palavras que podem ativar a página de sua empresa como resultado, e outros links relacionados a ela, não se limite a esse grupo. Acione a parte criativa do seu trabalho, e liste algumas buscas e termos (e consequentemente, palavras-chave), que poderiam também ter relação com o seu negócio, mas que não são óbvias – e que podem estar sendo utilizadas pelo público que você está buscando.

VEJA SEU SITE COM UM NOVO OLHAR

Peça para que algumas pessoas próximas (preferencialmente que não tenham nenhuma relação com o seu trabalho) acessem e naveguem em seu site e no site de seus concorrentes. Depois, peça para responderem às seguintes perguntas:
1. É fácil encontrar informações, como formas de contato, endereço, valores, condições de pagamento, etc?;
2. O site oferece várias maneiras de filtrar os assuntos, encontrar especificamente o que está sendo buscado? Em quanto tempo?
3. É possível entender quais são os serviços e/ou produtos oferecidos e promovidos pela empresa após ler somente uma vez os textos que ali estão?
4. Como está, atualmente, a estrutura dos assuntos, títulos, subtítulos, descrições…

Depois de encontrar as falhas em seu site, elenque as prioridades de reparo, e comece já a trabalhar e distribuir as tarefas.

Curtiu nossas dicas? Então que tal marcarmos uma reunião para que possamos mostrar tudo isso e muito mais aplicado na prática! Estamos esperando vocês! 😉

Palavras-chave:
- - -